As linhagens precursoras do plantel do Haras Engenho

13/04/2016

Um dos primeiros animais que obtiveram grande destaque no Haras Engenho e que ainda hoje produz descendentes é o A. F. Vasco, já morto e adquirido em leilão no ano de 1978.

Com a introdução do sangue do animal no plantel do Haras Engenho, além de carisma A. F. Vasco transmitiu beleza, que repercute até hoje em seus descendentes, desde a primeira geração até hoje, em seus bisnetos.

Nesse meio tempo, especificamente no ano de 1989, passou a integrar o plantel do Haras Engenho o garanhão NejNiy, importado da Rússia e cuja introdução no Brasil só foi possível graças à intervenção do Ministério das Relações Exteriores, por meio do Itamaraty.

Importado no período da guerra fria, a burocracia estatal durou mais de um ano para que a liberação do animal fosse autorizado pelo então governo russo.

Devido à linhagem russa, a introdução do sangue de NejNiy no plantel garantiu aos seus descendentes, como principais características, caráter, rusticidade, fertilidade e resistência.

Após a morte de A. F. Vasco, o haras interessou-se em adquirir a linhagem do sangue do garanhão Ali Jamaal, que no início da década de 90 mostrava seu potencial genético produzindo descendentes de altíssima qualidade e extrema morfologia com a chegada de Tallyen El Jamaal.

Essa linhagem até hoje está inserida fortemente no plantel do Haras Engenho e também na ascendência dos melhores exemplares da criação mundial recente, estando presente no pedigree dos cavalos e éguas mais importantes na atualidade.

Outro grande reprodutor do haras é Hylan, considerado o grande tesouro genético da propriedade em virtude dos resultados obtidos. Trata-se de um cavalo funcional, de incrível competência, transmissão de características da raça árabe fortemente marcadas, associando extrema beleza e funcionalidade.

Suas filhas são matrizes incrivelmente hábeis no sentido de transferir beleza, carisma, manutenção e morfologia extrema. Sem dúvida foi o grande salto fenotípico da criação atual do Haras Engenho.

Já Dinar El Johann teve história curta no criatório, pois morreu precocemente. No entanto, deixou grupo de filhos excepcionais, formando um plantel de matrizes maravilhosas, todas elas com substância, pescoço extremo e muita beleza zootécnica.

Iniciadas no processo de reprodução recentemente, todas elas mostraram-se grandes matrizes no plantel de doadoras de embriões.

Outro animal de grande importância para o Haras Engenho é Thee Apprentice, adquirido na Bélgica com o objetivo de fixar ao plantel atitude, trote extremo e estatura, esta última uma das características mais marcantes dos indivíduos da propriedade. Possui pedigree moderno, que tem na América do Norte sua maior vitrine.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

25/07/2017

Leilão do Haras Engenho atrai atenção de criadores do Brasil e do exterior

 Sucesso de público e de vendas marcou a...

LEIA MAIS +
10/07/2017

Leilão do Haras Engenho: site da Leiloboi disponibiliza informações sobre todos os lotes

Todos os lotes que serão ofertados na terceira edição do...

LEIA MAIS +